sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Conab: Companhia contrata mais um frete para remoção de 11 mil toneladas de milho

 




Imagem: Reprodução

Mais um leilão de contratação de frete será realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), no dia 28 deste mês, uma segunda-feira, para envio de 11,2 mil toneladas de milho que serão comercializadas pelo Programa de Vendas em Balcão, destinado a pequenos criadores de aves e suínos que utilizam o produto na ração animal.
O produto está armazenado em unidades da Conab no estado do MT e destina-se a municípios do CE (4,2 mil t), PI (2 mil t), RR (2 mil t), ES (1,5 mil t), GO (979 t) e AC (500 t), esclarece informação da assessoria de imprensa da estatal.
Os interessados em participar da operação de frete devem estar cadastrados perante a bolsa de mercadorias por meio da qual pretendam realizar a negociação e também estar em situação regular no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (Sicaf), entre outras exigências.
fonte do blog de pauta aberta

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Atenção proprietários de terras, abriu hoje, 14/08, o período das Declarações do ITR que estendem-se até o dia 29/09.


QUEM PRECISA DECLARAR?
Toda área rural deve ser declarada anualmente à Receita Federal, ainda que esteja isento do ITR (como a pequena gleba rural).
O Sindicato oferece este serviço tanto em Santo Antônio como na Extensão de Base em Garruchos, com valores diferenciados tanto para associados como para não sócios, não deixe para os últimos dias evitando transtorno ao transmitir as informações. Nosso horário de atendimento é das 08:30 até as 16:00 sem fechar ao meio dia. Para agilizar o atendimento procure trazer a declaração do ano anterior.
Maiores informações pelos fones 55 3367 1244 e ou celular/whatsapp 55 9 9653 3949.

Uma Escola política, popular e libertadora!





FOTO: Arte: Comunicação CONTAG- Fabrício Martins


No mês em que celebramos os 11 anos da Escola Nacional de Formação da CONTAG (ENFOC), aproveitamos para refletir sobre a importância da formação política diante dos desafios da atual conjuntura no Brasil, onde se aprofunda o golpe contra a democracia, com a retirada da primeira mulher eleita presidenta do Brasil, Dilma Rousseff. Golpe este, seguido por uma série de retrocessos dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, a exemplo da já aprovada, “reforma” trabalhista; da PEC 55 (PEC da MALDADE), que congela os investimentos públicos por 20 anos, especialmente os destinados à educação e saúde; da Lei 13.465/2017, que trata da titulação das terras, incentivando a comercialização de lotes da reforma agrária e a grilagem de terras; da “reforma” da Previdência, já em tramitação no Congresso, entre outros retrocessos que atingem os brasileiros e brasileiras, para atender os interesses do capital nacional e internacional. 


(Foto: arquivo pessoal)

Com o desmonte do Estado democrático de direito instalado no Brasil, a ENFOC é desafiada a intensificar sua estratégia de formação política de base, tendo como referência a experiência vivenciada nos seus 11 anos. Somente nas últimas turmas mais de 78% dos educandos e educandas são dirigentes de Sindicatos, sendo em sua maioria mulheres e jovens, o que demonstra que há uma busca constante por processos formativos que fortaleçam a resistência dos trabalhadores e trabalhadoras diante dos atuais desafios. 


(Foto: arquivo pessoal)

Pensar nos 11 anos da ENFOC é também refletir sobre o papel político e pedagógico da Rede de Educadores e Educadoras Populares, onde o educador(a) é instigado(a) a multiplicar criativamente a estratégia formativa da ENFOC por todo o Brasil, e compartilhar sonhos pela construção de uma sociedade igualitária.


(Foto: arquivo pessoal)

É entendendo os caminhos até aqui e refletindo sobre os próximos passos a serem percorridos, que a ENFOC é desafiada a pensar a implementação de novas ações estratégicas para o Movimento Sindical, onde os processos de Formação serão espaços imprescindíveis para discutir o papel da agricultura familiar no Desenvolvimento Rural. Portanto, pensar na ENFOC a partir de 2017 é também entender que sua estratégia deve estar articulada com as lutas gerais da classe trabalhadora. “A ação formativa da ENFOC definida no planejamento da CONTAG 2017-2018, aponta para a construção de uma unidade entre os movimentos sociais, na perspectiva de barrar as ‘reformas’ já aprovadas e as que estão em tramitação no Congresso Nacional, entre outras ações conjuntas da classe trabalhadora em nome da retomada do crescimento social e econômico do Brasil. Desta forma, a formação e também a organização de base do Movimento Sindical serão decisivas para que os agricultores e agricultoras familiares possam ter uma vida com dignidade e possam produzir alimentos saudáveis e com qualidade para o nosso País”, destaca o secretário de Formação e Organização da CONTAG, Carlos Augusto Silva. 

Os 11 anos da ENFOC, celebrados no dia 14 de agosto, de 2017, trazem a certeza de que mais do que nunca, a Escola de Formação Sindical da CONTAG deve ser de natureza política libertadora e popular, com uma constante prática educativa capaz de transformar realidades e emancipar sujeitos.


“Aos esfarrapados do mundo e aos que neles se descobrem e assim descobrindo-se, com eles sofrem, mas sobre tudo com eles lutam”. Paulo Freire

FONTE: Comunicação CONTAG - Barack Fernandes, com informações da Rede de Educadores e Educadoras Populares da ENFOC

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Criada a Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa






FOTO: Luiz Fernandes



A CONTAG recebeu com muito entusiasmo a notícia da criação da Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, vinculada ao Ministério dos Direitos Humanos (MDH). A nova estrutura organizacional do MDH foi publicada nesta quinta-feira (10), no Diário Oficial da União.

A criação desta Secretaria é uma reivindicação antiga da CONTAG, das Federações e Sindicatos. “A criação da Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa foi uma grande conquista para todos nós, pois temos o direito de envelhecer com dignidade. Mas ainda há muito que fazer. É preciso que o estado e a sociedade brasileira se empenhem mais na implementação de todos os direitos previstos no Estatuto do Idoso, na Lei da Política Nacional do Idoso e nas demais legislações”, avalia a secretária de Terceira Idade da CONTAG, Josefa Rita da Silva.
FONTE: Assessoria de Comunicação da CONTAG - Verônica Tozzi

PROJETO de Reuso de água é destaque na Agropec 2017







Um exemplo de Lajes para Brasil foi destaque na Agropec 2017, evento que reuniu mais de 2.500 pessoas de diversos estados. O trabalho que é desenvolvido em Lajes foi apresentado pelo zootecnista Josimar Torres, para as diversas Caravanas e Federações de Agricultura.

O Parque Aristóteles Fernandes já dispõe da tecnologia, idealizada por Josimar, que vai funcionar durante toda a festa do Boi, no objetivo de incentivar mais pessoas a fazer o reuso de água em seus estabelecimentos comerciais, assim como em suas residências.


fonte do blog de robson cabugi

SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE ANGICOS E FERNANDO PEDROZA REALIZA REUNIÃO NA ASSOCIAÇÃO PELO SINAL

Os presidentes dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais de Angicos e Fernando Pedroza, IVANALDO E KLEVERLAN, juntamente com os diretores Almir Medeiros e Luciana, e o representante da Secretaria de Agricultura de Fernando Pedroza, Nelielson. Estiveram presentes na Associação Pelo Sinal, zona rural de Fernando Pedroza/RN, para participarem de uma reunião sobre Quitação da terra dos Assentados da Associação, e tambem sobre o Associativismo, como tambem sobre as politicas publicas para os agricultores familiares.
De acordo com o Presidente da Associação Pelo Sinal, o senhor JOÃO, o evento hoje foi bastante debatido, onde varios socios e socias tiraram suas duvidas e ao final foi aprovado varios encaminhamentos para um bom desenvolvimento dos associados.

ASSEMBLEIA DOS ASSOCIADOS

PRESIDENTE DO STTR DE FERNANDO PEDROZA
KLEVERLAN FELIX

DEBATE SOBRE O ASSOCIATIVISMO

DEBATE SOBRE A QUITAÇÃO DA TERRA

LOCAL DO EVENTO - SEDE DA ASSOCIAÇÃO

KLEVERLAN E IVANALDO 

PRESIDENTE DO STTR DE ANGICOS - IVANALDO ROGERIO
FALA DA IMPORTÂNCIA DO ASSOCIATIVISMO

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

CONTAG cobra mais espaço para as organizações da agricultura familiar na Reaf Mercosul








FOTO: Verônica Tozzi



A Agricultura Familiar do Mercosul esteve em debate nesta quarta-feira (09) em Brasília. A Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG) recebeu em sua sede os coordenadores nacionais da Reunião Especializada da Agricultura Familiar (Reaf) Mercosul, do Uruguai, Argentina, Brasil, Paraguai e Chile, para debater temas importantes para o setor, como, por exemplo, cobrar mais espaço para as organizações da agricultura familiar neste espaço de diálogo regional e de proposição de políticas públicas.

Outros temas debatidos foram a renovação do Fundo da Agricultura Familiar (FAF) Mercosul, que garante ampla participação das organizações da agricutura familiar e programas e projetos para o setor; a manifestação do apoio do Brasil à Década da Agricultura Familiar (AIAF+10) no Conselho Mundial de Segurança Alimentar da ONU (CSA); a geração de políticas públicas e harmonização de normas para a agricultura familiar do bloco; e também foi uma agenda para marcar a apresentação formal do vice-presidente e secretário de Relações Internacionais da CONTAG, Alberto Broch, que assumiu recentemente a Secretaria Geral da Confederação de Produtores Familiares do Mercosul Ampliado (Coprofam), presente em sete países.

Além da Diretoria e Assessoria da CONTAG, participaram da reunião a equipe da Secretaria Especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), o secretário técnico da Reaf Mercosul, Lautaro Viscay, sua assessoria e os coordenadores da Reaf do Uruguai (diretor de Desenvolvimento Rural do Ministério de Pecuária, Agricultura e Pesca, José Olascuaga), da Argentina (secretário de Coordenação e Desenvolvimento Territorial, Santiago Hardie), do Brasil (secretário especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário, José Ricardo Roseno), do Paraguai (vice-ministro de Agricultura e Pecuária, Mario Rubén León Frutos), e do Chile (responsável de Organizações no INDAP, Juan Guido Vidal).

O presidente da CONTAG, Aristides Santos, aproveitou para apresentar a CONTAG e sua trajetória de luta e de organização dos agricultores e agricultoras familiares brasileiros(as). “Coordenamos um sistema confederativo, com 27 Federações filiadas e mais de quatro mil Sindicatos. E a nossa nova Diretoria foi eleita com paridade de gênero, avançando na luta pela igualdade entre homens e mulheres e com o cumprimento da cota de 20% de jovens”, explicou Santos.

Alberto Broch também apresentou a Coprofam, que foi criada há mais de duas décadas com o intuito de unir as organizações da região que representam a agricultura familiar campesina e indígena em busca de espaços de diálogo e proposição. “E a Reaf é um espaço muito importante, é a única experiência no mundo de diálogo e construção de políticas públicas da agricultura familiar entre os países. Credito os avanços da agricultura familiar na região ao trabalho e diálogo feito dentro da Reaf”, destacou Broch. O vice-presidente cobrou, ainda, mais espaço das organizações da agricultura familiar na Reaf Mercosul. “Já tivemos mais espaço e podíamos contribuir e incidir mais logo do início da Reaf e agora sentimos a necessidade de retomar esse protagonismo da sociedade civil junto aos governos”, reforçou.



O secretário da Sead, José Ricardo Roseno, destacou a importância da parceria com o movimento sindical, principalmente com os Sindicatos nos municípios para implementar e avançar nas políticas públicas. “Temos muito respeito pela CONTAG e agradecemos todo o apoio à SEAD. Temos o compromisso de qualificar a participação da CONTAG nos espaços no país e na região”, afirmou Roseno.

A importância da Reaf também foi destacada pelo secretário técnico Lautaro Viscay. “Cerca de 20 trabalhos de doutorado estão estudando o espaço da Reaf. Esse espaço de diálogo se transformou em uma política de Estado. Mesmo com alternância de governos temos conseguido avançar nos trabalhos, porque foi construída com bases sólidas. Portanto, a Reaf é um espaço para orientar os governos e melhorar as perspectivas das políticas públicas”, avaliou Viscay. O secretário também defendeu a proposta de ampliar a participação da juventude nas seções da Reaf. “Se queremos construir sustentabilidade, essa tem que ser uma das nossas prioridades. Só se constrói agenda renovada com maior participação renovada, com mais jovens”, defendeu.
FONTE: Assessoria de Comunicação da CONTAG - Verônica Tozzi

IBGE apresenta plano de execução do Censo Agropecuário 2017 em Angicos





Funcionários do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apresentaram nesta manhã de quarta feira, dia 09 de Agosto nas dependências da Câmara de Vereadores de Angicos para uma comissão representativa de entidades local o plano de execução de Censo Agropecuário 2017.

No Censo Agropecuário 2017 Todos os estabelecimentos agropecuários do país – estimados em 5,3 milhões de propriedades pelo IBGE -, serão visitados por 18,8 mil recenseadores, do dia 1º de outubro de 2017 até 28 de fevereiro de 2018. Os resultados preliminares serão divulgados entre março e abril de 2018.

A “veracidade das informações fornecidas será fundamental para um diagnóstico correto” da situação da agropecuária. As informações prestadas pelo produtor são sigilosas. No questionário elaborado pelo IBGE estarão perguntas como o tipo de produção, as condições de plantio, infraestrutura e mão-de-obra empregada.

Estiveram presentes na reunião representando as entidades angicanas a Vereadora Katia de Deda representando o Poder Legislativo, o Secretario Interino de Agricultura do Município de Angicos Ivan de França, as Extensionista Rurais da Emater Brígida e Micheline Torres e o representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Angicos Almir Medeiros. 

Durante a reunião os funcionários do IBGE Ialey Araújo Coordenador de subárea e Coordenador de área Jaílson Filgueira mostraram todo o cronograma de execução do censo agropecuário 2017 em Angicos que terá inicio no dia 1º de outubro de 2017 indo até mês de fevereiro do ano de 2018.

Para Angicos serão contratados pelo IBGE mediante processo seletivo realizado recentemente pela estatal federal 12 Agentes Censitários que farão a coleta dos dados em toda a zona rural de Angicos, comtemplando sítios e fazendas.

Teremos ainda um Coordenador Municipal que ficará responsável pelo recebimento dos dados de campo e, por conseguinte repassa-los para o IBGE. A central funcionará na sede da Secretaria Municipal de Agricultura de Angicos.

“É importante que todos os proprietários de estabelecimentos rurais de Angicos recebam os recenseadores que estarão caracterizados para fazer tal serviço e que a fidelidade dos dados passados por esses proprietários beneficiará num futuro próximo as ações do governo no município de Angicos, podendo ocasionar o melhoramento nas ações junto a zona rural”, disse-nos Jaílson Filgueira Coordenador de área do IBGE para região de Angicos. 

Além de serem parceiras do IBGE na realização do censo agropecuário 2017 as entidades participantes deste encontro para apresentação de como o censo será executado em Angicos estas entidades formam uma comissão que acompanhará todo o desenrolar deste garantido assim a total lisura do processo.

A comissão municipal ficou composta pelos seguintes membros:

Katia Silene da Silva (Katia de Deda): Representante da Câmara de Vereadores de Angicos.

Almir Medeiros: Representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Angicos.

Brigida e Micheline Torres: Representantes da EMATER – RN.

Ivan de França: Representante do Pode Executivo Municipal.

Rogério Magno: Representante da Rádio Comunitária Cabugi Central

Mosar Araújo: Representante do Blog Angicos Verdade.

e Rosana Souza da Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Angicos. 


fonte do blog de angicos news

INSS DIGITAL discutido em Brasília


Neste dia 08 em Brasília, dirigentes sindicais discutiram a ação do INSS DIGITAL. O RN apresenta o que tá sendo feito no estado e quais as vantagens e problemas no processo.


fonte do blog de paulo jose

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Juventude, mulheres, secretários(as) Gerais e de Finanças reúnem-se em Brasília






FOTO: Comunicação CONTAG- César Ramos



Nesta semana de 7 a 11 de agosto de 2017 acontecem quatro reuniões importantes no Centro de Estudo Sindical Rural da CONTAG (CESIR), em Brasília, reunindo dirigentes e assessores(as) da Confederação e das Federações filiadas. Nesta segunda-feira (07) foi iniciada a reunião da Comissão Nacional de Jovens Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais; na terça-feira (08) começarão os Coletivos de Finanças e de Secretários(as) Gerais; e na quarta-feira (09) será a vez da Comissão Nacional de Mulheres Trabalhadoras Rurais. Além de tratarem de temas específicos de cada área de atuação, uma das convergências será a contribuição dos Coletivos para o planejamento estratégico da CONTAG para a Gestão 2017-2021.

JUVENTUDE RURAL

A primeira reunião da Comissão Nacional de Jovens Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (CNJTTR) da Gestão 2017-2021 foi iniciada nesta segunda-feira (07) com grande participação dos(as) secretários(as) de Jovens das Federações filiadas. Essa é a primeira reunião da CNJTTR depois da posse da nova Diretoria da CONTAG e tem como principais objetivos elaborar um planejamento das atividades a serem desenvolvidas nos Salões Regionais do Jovem Saber e avaliar os resultados obtidos pelo programa nos últimos anos.



“Estou com uma expectativa muito boa porque estamos iniciando a gestão, um novo mandato à frente da Comissão Nacional de Jovens e queremos, nestes três dias, debater questões para traçar os novos caminhos com a juventude diante desse desafio político que estamos vivendo. Além de fazer uma avaliação sobre o Jovem Saber, vamos trabalhar a questão do planejamento estratégico da CONTAG, aonde a juventude possa ajudar e contribuir com a Secretaria para que possamos realizar o nosso POA 2017-2018. Também pretendemos rememorar as deliberações do 12º Congresso da CONTAG voltadas para a juventude rural visando fazer um bom trabalho nesses próximos quatro anos”, destaca a secretária de Jovens da CONTAG, Mônica Bufon Augusto.

MULHERES TRABALHADORAS RURAIS

Essa será a segunda reunião da Comissão Nacional de Mulheres Trabalhadoras Rurais (CNMTR) sob o comando da secretária de Mulheres da CONTAG, Mazé Morais, e o objetivo é dar continuidade ao planejamento da Secretaria com um olhar das mulheres para as prioridades, para as grandes ações que precisam ser realizadas frente a essa conjuntura desafiadora. Além do Plano de Ação da CNMTR para o quadriênio 2017-2021, outros objetivos da reunião são aprofundar o debate sobre o caráter, a agenda e processos de mobilização e realização da Marcha das Margaridas; discutir e definir orientações político-metodológicas para a realização dos Seminários Regionais sobre mulheres e agroecologia; socializar e debater as estratégias de implementação da paridade pelo MSTTR; e compreender os impactos das Reformas da Previdência e Trabalhista e da PEC da Regularização Fundiária sobre as trabalhadoras rurais e identificar estratégias de enfrentamento e resistência.

“Portanto, a expectativa é sempre muito boa e espero que sejam três dias de grandes debates, de construção coletiva e de diálogo entre as companheiras. Sobre a Marcha das Margaridas, vamos continuar debatendo sobre a importância de fazer essa grande ação, que mobiliza milhares de mulheres do Brasil e de outros países, de várias organizações sociais, que dá visibilidade e fortalece o movimento sindical rural”, aponta a secretária de Mulheres da CONTAG, Mazé Morais.

SUSTENTABILIDADE POLÍTICO-FINANCEIRA

Com o objetivo de construir estratégias para o fortalecimento da sustentabilidade político-financeira do Movimento Sindical considerando as deliberações do 12º Congresso e o Planejamento Estratégico da CONTAG; e com um olhar especial de avaliação do Plano Sustentar; acontece esta semana, de 8 a 10, o Coletivo Nacional de Finanças da Confederação.



Todos os temas debatidos levam em consideração o atual cenário de retrocessos no Brasil imposto pelo governo Temer e seus aliados(as) no Congresso Nacional, a exemplo da recém aprovada “reforma” trabalhista. Diante da atual conjuntura, o secretário de Finanças e Administração da CONTAG, Juraci Souto, acredita que o Movimento Sindical deve aproveitar para abrir possibilidades que aproximem mais a CONTAG, Federações e Sindicatos, à nossa base (trabalhadores rurais agricultores(as) familiares). “Precisamos fazer um bom diálogo com nossa base, levar uma boa mensagem, prestar bons serviços, para que ao invés de utilizarmos da lei para que o trabalhador(a) faça sua contribuição, ele(a) acredite na nossa entidade sindical, e veja o Sindicato como sua própria casa, a casa da sua defesa, o seu lugar”, destaca.

A previsão da Secretaria de Finanças e Administração da CONTAG é também fazer uma avaliação, e debater sobre novas adequações e adesões ao Plano Sustentar.

SECRETARIA GERAL

Já o primeiro Coletivo da Secretaria Geral da CONTAG, gestão (2017-2021), tem como objetivo socializar as principais ações desenvolvidas pelas Federações realizadas de 2016 a 2017; discutir sobre a implementação de Deliberações do 12º Congresso da Confederação referente à paridade e as quotas e juventude; traçar estratégias de como a unidade entre as Secretarias Gerais e os setores de Comunicação das Federações podem contribuir com uma Comunicação do Movimento Sindical que chegue à base (trabalhadores rurais agricultores e agricultoras familiares); e ainda abrir um amplo debate sobre as Eleições de 2018.



O fortalecimento da Política de Comunicação do Movimento Sindical será um tema bastante debatido pelo Coletivo. A Secretaria Geral entende que a implementação e fortalecimento da Comunicação do MSTTR é essencial para conquista de políticas estruturantes para o meio rural brasileiro. “O Movimento Sindical ter a compreensão real da importância da Política de Comunicação, como uma Política que garanta visibilidade à nossa luta e o empoderamento para todos e todas nós. Iremos fazer da Comunicação uma Política fundamental em nossa gestão 2017-2021”, afirma.
FONTE: Assessoria de Comunicação da CONTAG - Verônica Tozzi e Barack Fernandes

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Conab: Estatal vai adquirir 2,88 mil toneladas de alimentos da agricultura familiar




Imagem: Reprodução

Nesta quinta-feira (03), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) publicou avisos de chamadas públicas para a aquisição de alimentos da agricultura familiar, via compra institucional, para composição de cestas que serão distribuídas a mais de 160 mil famílias.
O objetivo é formar estoque para atender povos indígenas e comunidades remanescentes de quilombos, além de trabalhadores rurais sem-terra, que pleiteiam acesso ao Plano Nacional de Reforma Agrária, esclarece informação vinda da assessoria de imprensa da empresa.
As Superintendências Regionais de AL e do RS receberão as propostas de venda até às 12h do dia 16 de agosto.
Pretende-se adquirir 1.775,5 toneladas de arroz, 659,7 toneladas de feijão, 521,4 toneladas de açúcar, 451 toneladas de farinha de mandioca, 61,1 toneladas de fubá de milho e 226,7 toneladas de leite em pó.
Os produtos deverão ser entregues na totalidade até o dia 25 de setembro.
Juntamente com as chamadas públicas, a Conab realizará, no dia 09 de agosto, leilões eletrônicos para a aquisição de produtos que comporão as cestas.
O valor total estimado para as operações de aquisição e distribuição de alimentos, em 2017, é de R$ 39 milhões.
Com estes recursos será possível fornecer, aproximadamente, 430 mil cestas.
fonte do blog de pauta aberta

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Diário Oficial publica Instrução Normativa que simplifica cadastro de imóveis rurais






O Diário Oficial da União desta terça-feira (1º) traz publicada a Instrução Normativa Conjunta 1.724/2017 da Receita Federal e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) que integra a coleta de dados sobre imóveis rurais nas duas instituições. A medida estabelece prazos e procedimentos para atualização do Sistema Nacional de Cadastro Rural (SNCR) e do Cadastro de Imóveis Rurais (Cafir). O serviço estará disponível ao cidadão a partir de 7 de agosto.

A Instrução Normativa cria o serviço "Vincular Nirf" no sistema eletrônico online do Cadastro Nacional de Imóveis Rurais (CNIR), disponível no portal do Cadastro Rural - www.cadastrorural.gov.br. A ferramenta eletrônica possibilita a integração a partir da vinculação do código do imóvel rural no SNCR/Incra ao correspondente número do imóvel na Receita Federal (Nirf). O procedimento será feito pelo próprio cidadão por meio das informações prestadas por meio da internet no portal Cadastro Rural.

O procedimento de vinculação dispensa a apresentação de solicitação de atos cadastrais perante o Cafir e desburocratiza o processo. A atualização dos dados do imóvel rural será feita de forma automática com base nas informações prestadas por meio da Declaração para Cadastro Rural (DCR) do SNCR, disponível em www.cadastrorural.gov.br.

Receita e Incra

Para o presidente do Incra, a medida desburocratiza a vida do proprietário rural. “O esforço implementado pelos técnicos do Incra e da Receita busca reduzir o tempo gasto pelo proprietário para fornecer informações sobre o imóvel. Ele não precisará mais acessar dois sistemas distintos e fornecer as mesmas informações”, salienta Góes.

Os contribuintes que já fizeram a vinculação dos imóveis com base na regra anterior não precisam apresentar a solicitação de atualização cadastral. 



Assessoria de Comunicação Social do Incra
(61) 3411-7404
imprensa@incra.gov.br

Sessão para votar parecer de denúncia contra Temer








Acompanhe AO VIVO Sessão que para votar parecer de denúncia contra Temer 

A denúncia contra Temer foi feita após o presidente ilegítimo ser gravado pelo dono da JBS. Joesley se encontrou com Temer para negociar casos de corrupção, em pleno Palácio do Jaburu. O assessor dele, deputado Rocha Loures, foi gravado carregando uma mala com 500 mil dólares que, segundo o dono do frigorífico, era destinado a Temer.

Em pesquisa divulgada pelo Ibope/CNI, somente 5% da população brasileira aprova a gestão de Temer. A má avaliação é a pior desde a redemocratização e a pesquisa foi feita antes do anúncio do aumento dos combustíveis.

Cada estado definirá o formato do ato ou atividade, mas a secretaria da Frente divulgou uma circular para que as organizações se empenhem para colocar telões para acompanhamento da votação. Além disso, a Frente orientou que as entidades façam pressão até o último momento para mudar o posicionamento dos deputados favoráveis ao presidente ilegítimo.

No Rio de Janeiro, será feita uma vigília no centro da cidade. Em Brasília, a manifestação será em frente ao Congresso Nacional. A concentração está sendo marcada para às 17 horas.



Agosto de lutas pela revogação da Reforma Trabalhista e contra o fim da aposentadoria

Durante a reunião do coletivo nacional, os movimentos ressaltaram os impactos da reforma trabalhista para os trabalhadores e trabalhadoras brasileiras e encaminharam a realização de uma campanha para revogar a lei recém aprovada que desmonta a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

Outro ponto de pauta foi a retomada da campanha em defesa da aposentadoria. Para as lideranças que compõem a Frente, é fundamental que as atividades para conscientizar a sociedade sobre o impacto da reforma da previdência sejam retomadas.

Com essa finalidade será realizada uma jornada de lutas no mês de Agosto. As manifestações e atos serão construídas em diálogo com a Jornada das Juventudes Brasileiras, convocada por jovens de diferentes organizações e a União Nacional dos Estudantes e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas.


Veja o Calendário da Frente Brasil Popular

Além do calendário geral das organizações que compõem a Frente, que segue abaixo, em debate com a Secretaria Operativa Nacional apontou-se algumas agendas prioritárias para o próximo período. São elas:

2 de Agosto – Votação da Denúncia contra Temer no Congresso – Devemos organizar vigílias ou atos públicos na capitais, em locais simbólicos para exigir dos deputados o voto contra Temer. Recomenda-se a organização de exibições públicas da votação em telões, para além de atos políticos.

14 à 18 de Agosto – Nesse período será realizada a Jornada de lutas da Juventude Brasileira. A Frente incorporará essa semana no seu calendário para realizar ações de agitações nos municípios de denúncia à Reforma da Previdência. O dia 17 de Agosto será o dia central de mobilizações, que se chamará Ocupa Brasil, onde convocaremos a sociedade à demonstrara sua inconformidade com o fim da aposentadoria.

1 à 3 ou 8 à 10 de Dezembro – De acordo com definição do Coletivo nacional realizaremos a II Conferência da Frente Brasil Popular em Dezembro deste ano. A Operativa está apontando o indicativo de duas datas possíveis para a realização dessa atividade em função da disponibilidade de estrutura. Nos próximos dias será anunciada a data definitiva.
FONTE: Comunicação CONTAG, com informações do Núcleo de Mídias da Frente Brasil Popular

sexta-feira, 28 de julho de 2017

CURSO DE REUSO DE AGUA FOI UM SUCESSO NA ZONA RURAL DE ANGICOS/RN

Nesta semana foi implantado no município de Angicos/RN, o CURSO DE REUSO DE AGUAS CINZAS, na Comunidade Riacho do Prato.
O local foi realizado na residencia de VERANILDA, onde foi implantado o projeto piloto, e sera de mostragem para as outras famílias da comunidade rural.
O curso foi realizado pelo SENAR, através do PROJETO SERTÃO EMPREENDEDOR, e contou com a parceria do STTR E SECRETARIA DE AGRICULTURA DE ANGICOS.
De acordo com as entrevistas realizadas com as familias, o projeto é muito importante para as residencias, pois reutiliza a água para a forragem animal, e economiza no desperdiço de águas.
o evento começou na segunda feira e terminou nesta sexta feira. o instrutor foi HEITOR, que é um dos técnicos do SENAR.

ALUNOS DO CURSO
Juntamente com o secretario de agricultura - ivan e a servidora da secretaria

parte das famílias da comunidade riacho do prato
juntamente com o representante do STTR DE ANGICOS
ALMIR MEDEIROS