quinta-feira, 13 de setembro de 2018

VOCE AGRICULTOR FAMILIAR - ESSE É O NOSSO CANDIDATO DA AGRICULTURA FAMILIAR NA CÂMARA ESTADUAL




A imagem pode conter: Raimundo Costa, sorrindo, texto

CONTAMOS COM SEU APOIO.

ELEIÇÕES 2018 - Avaliação do atual cenário político do Brasil







FOTO: Comunicação CONTAG- Fabrício Martins


Após a oficialização da candidatura de Haddad para presidente do Brasil, a CONTAG faz uma avaliação do atual cenário das Eleições de 2018.

Ouça
Baixe na VOZ DA CONTAG
FONTE: Comunicação CONTAG- Barack Fernandes

GOVERNO DO RN RENOVA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA POR CAUSA DA SECA EM 152 MUNICÍPIOS










O Governo do Rio Grande do Norte renovou, por mais 180 dias, o decreto de situação de emergência por causa da seca em 152 dos 167 municípios do estado – o que representa 91% dos municípios potiguares. Essa é a 11ª vez seguida que isso acontece. A publicação foi feita na edição desta quinta-feira (13) do Diário Oficial do Estado.


O decreto leva em consideração análises técnicas que monitoram a questão da segurança hídrica no estado. O objetivo é facilitar o trâmite dos processos que envolvem obras e serviços para minimizar os prejuízos causados pela estiagem. No Rio Grande do Norte, faz 7 anos que as chuvas estão abaixo da média histórica.


Segundo os dados da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sape), a escassez hídrica vem causando perdas de receitas de mais de R$ 4,3 bilhões por ano aos cofres públicos, o que representa uma redução superior a 50% na contribuição do setor rural para a formação do Produto Interno Bruto (PIB) do estado.


De acordo com o Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn), atualmente uma situação “extremamente crítica” nos reservatórios. Dos 47 monitorados neste início de 2018, três estão totalmente secos e oito em volume morto.


Chuvas


Considerando os dados coletados pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte, a Emparn, no primeiro semestre deste ano foram registradas chuvas na maioria dos municípios potiguares, conduzindo à classificação nas seguintes categorias:


Normal, chuvoso ou muito chuvoso: 84 municípios
Seco: 33 municípios
Muito seco: 21 municípios
Sem informações pluviométricas: 29 municípios


G1
fonte do blog angicos verdade

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

CONTAG reúne Federações e definem pelo apoio político à candidatura de Haddad e Manuela







FOTO: César Ramos



A Diretoria da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG) esteve reunida nesta terça-feira (11) com os(as) representantes das Federações filiadas para discutir vários assuntos, entre eles a conjuntura política brasileira.

Foi reafirmado pelo conjunto das Federações e da CONTAG o total apoio político, dentro do que prevê a legislação eleitoral, às candidaturas orgânicas ao Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) e àquelas comprometidas com o nosso Projeto Alternativo de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário (PADRSS) para as Assembleias Legislativas e o Congresso Nacional.

Também foi reafirmado o apoio político da CONTAG, já no primeiro turno das eleições, à candidatura de Haddad/Manuela à Presidência da República, respeitando a diversidade de opinião e a legislação eleitoral, por entender que esta candidatura está alinhada com o desenvolvimento sustentável, a soberania nacional, a agenda da classe trabalhadora e da maioria do povo brasileiro e, sobretudo, com a defesa e valorização da agricultura familiar.



Leia abaixo a resolução aprovada na íntegra:

RESOLUÇÃO nº 009/2018

Considerando que:

1. A agenda do golpe implica a crescente perda de direitos e conquistas da Classe Trabalhadora, imposta pelo governo ilegítimo de Michel Temer e pela ampla maioria conservadora do Congresso Nacional;

2. A maioria do judiciário brasileiro está desrespeitando princípios constitucionais e decisões da ONU das quais o Brasil é signatário, numa clara perseguição ao ex-presidente Lula, com o propósito de excluí-lo das eleições 2018, pois o mesmo representa a esperança, para a maioria do povo brasileiro, de reverter a perda de direitos conforme atestam todas as pesquisas eleitorais;

3. Os cortes no orçamento das políticas públicas de desenvolvimento da agricultura familiar, reforma agrária e políticas sociais estão impactando negativamente no acesso a terra, ao crédito, ATER, produção e comercialização, bem como reduzindo a oferta de serviços essenciais como saúde, educação, habitação e segurança para todos os(as) trabalhadores rurais agricultores e agricultoras familiares;

4. Diversos candidatos e candidatas estão alinhados (as) com a agenda do golpe e seus idealizadores, cujos programas de governo informam a manutenção e até a ampliação da ofensiva contra os direitos da classe trabalhadora, em especial da agricultura familiar;

5. O programa apresentado pela chapa “O Povo Feliz de Novo” composta pelos partidos PT/PCdoB/PROS com apoio do PSB é quem mais se aproxima do que o Sistema Confederativo CONTAG, historicamente, tem proposto em seu Projeto Político – o PADRSS. Representa alternativa concreta contra a agenda do golpe e que, inclusive, incorporou ao programa de governo sugestões apresentadas pela CONTAG: proposta geral para um novo projeto de Brasil integrando a agricultura familiar com políticas para o desenvolvimento contemplando reforma agrária, meio ambiente, políticas sociais, politica agrícola, valorização dos sujeitos do campo, floresta e águas no processo de construção e efetivação do desenvolvimento sustentável;

6. Ao longo da análise e do debate do cenário nacional, o Conselho Deliberativo da CONTAG, reafirmando o compromisso histórico do Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) na luta pela democracia, justiça, liberdade e pela melhoria da qualidade de vida para nossa categoria, optou por defender a garantia do direito de o ex-presidente Lula ser candidato por não terem apresentado provas concretas dos crimes a ele atribuídos e por considerar que os governos do PT foram os que mais investiram em políticas e programas de inclusão social, os quais atenderam um considerável contingente de trabalhadores rurais agricultores e agricultoras familiares;

7. A luta do MSTTR não começa nem termina nas eleições. Porém, diante da situação atual da luta de classes, a retomada de um novo ciclo de democracia, justiça social, paz, desenvolvimento, inclusão e recuperação da soberania nacional começa por combater, nas urnas, candidaturas ultraliberais e por investir em lutas e mobilizações visando o pleno restabelecimento da democracia, dos direitos e conquistas.

A reunião com as Federações neste dia 11 de setembro de 2018, conforme determinação do Conselho Deliberativo da CONTAG de 26.07.2018, frente ao compromisso histórico da CONTAG assumido ao longo dos anos perante a sociedade e, sobretudo, o conjunto da classe trabalhadora, aprova a seguinte resolução:

I. Reafirmar o total apoio político, dentro do que prevê a legislação eleitoral, às candidaturas orgânicas ao MSTTR e àquelas comprometidas com o nosso Projeto Alternativo de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário (PADRSS) para as Assembleias Legislativas e o Congresso Nacional;

II. Apoio político da CONTAG, já no primeiro turno das eleições, à candidatura de Haddad/Manuela à Presidência da República, respeitando a diversidade de opinião e a legislação eleitoral, por entender que esta candidatura está alinhada com o desenvolvimento sustentável, a soberania nacional, a agenda da classe trabalhadora e da maioria do povo brasileiro e, sobretudo, com a defesa e valorização da agricultura familiar, compromissos estes já assumidos durante as gestões dos governos Lula e Dilma.

Brasília – DF, 11 de setembro de 2018.
FONTE: Direções da CONTAG e Federações

Projeto de Extensão levará sensibilização ambiental aos assentados do P. A Bonfim em Angicos

Promover sensibilização ambiental, junto aos moradores do Assentamento Bom Fim, com vistas ao manejo sustentável dos recursos naturais, assim melhorando a qualidade de vida; é o principal objetivo do Projeto “Enraizando Saberes” apresentado na manhã desta terça-feira (11/9) na sede da Associação ruralista.
Com a proposta de difundir orientação sobre Educação Ambiental aos assentados da referida localidade, o importante projeto de extensão idealizado pelas alunas Louriete Ribeiro e Lourinete Ribeiro, duas irmãs, estudantes do Curso Técnico em Meio Ambiente pelo Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – Campus de Ipanguaçu realizarão palestras e oficinas direcionadas aos agricultores, disseminando, orientando em relação à prática e o manejo dos recursos e de suas produções, observando a forma mais correta e sustentável possível.
Estiveram presentes durante a cerimônia de abertura do Projeto, os servidores do campus Ipanguaçu do IFRN, João Batista (Técnico Agrícola) e Sara Lira, (Representante da Coordenação de Extensão do Instituto) e Tereza Amélia (Engenheira Ambiental), o Prefeito de Angicos, Deusdete Gomes, o secretário de Agricultura, Ivan França além do Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Angicos, Ivanaldo Rogério Cunha Ferreira, e Francisca Ana Crispim, Presidenta do assentamento P. A. Bom Fim. Os alunos da Escola Francisco Alexandre Lopes do Rio Velho também participaram do momento.
O projeto acontece em parceria com a Prefeitura de Angicos, através da Secretaria de Agricultura, que tem se disposto a atender as demandas apresentadas pela Coordenação do projeto. As atividades tiveram início nesta terça-feira (11/9), com a apresentação da proposta para a comunidade, apresentações culturais, organizadas por membros da própria comunidade, e um ciclo de Palestras ofertados pelos servidores do IFRN trabalhando as temáticas LEIS AMBIENTAIS e DOENÇAS PROVOCADAS PELA POLUIÇÃO. 
O projeto se estenderá até dezembro, e contará com encontros realizados no campus Ipanguaçu do Instituto e na própria comunidade.
Assessoria de Comunicação – Prefeitura de Angicos;

VOCE AGRICULTOR FAMILIAR - ESSE É O NOSSO CANDIDATO DA AGRICULTURA FAMILIAR NA CÂMARA ESTADUAL



A imagem pode conter: Raimundo Costa, sorrindo, texto

CONTAMOS COM SEU APOIO.

terça-feira, 11 de setembro de 2018

Preservar o Cerrado é garantir a permanência da vida!







FOTO: Comunicação CONTAG- Fabrício Martins



"Nem tudo o que é torto é errado. Veja as pernas do Garrincha e as árvores do cerrado". (Nicolas Behr)

O Cerrado é o segundo maior bioma da América do Sul, ocupando 24% do território nacional, nos estados do Tocantins, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Maranhão, Piauí, Paraná, São Paulo e Rondônia, além do Distrito Federal.
O bioma apresenta grande variedade de animais em todos os ambientes: mais de 1.500 espécies de animais; 837 espécies de aves, 150 de anfíbios (das quais 45 são endêmicas), 120 espécies de répteis (das quais 40 são endêmicas). Também é composto por uma rica flora, onde são encontradas mais de 534 espécies arbóreas.



O Cerrado ainda contribui de forma significativa para a produção hídrica superficial de oito das doze grandes bacias hidrográficas brasileiras. Estas correm para diferentes porções do Brasil, correspondendo a 78% do montante da bacia dos rios Araguaia/Tocantins; 70% da bacia do rio São Francisco e 48% da bacia do rio Paraná.



Apesar da sua importância, grande parte já foi destruído para dá lugar às plantações de monocultura do agronegócio, a exemplo do Projeto MATOPIBA que é responsável pelo desmatamento e queimadas para criação de campos de soja e pastos na região fronteiriça entre os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, que tem transformado o Cerrado num dos principais emissores de gases de efeito estufa. Além da devastação do bioma, o Projeto do MATOPIBA também é responsável pela expulsão de agricultores(as) familiares de suas terras.

Por entender a importância do bioma e para os povos tradicionais que nele vivem, a CONTAG abraça a Campanha Nacional em Defesa do Cerrado, que reivindica:

• Reforma Agrária e regularização dos Territórios Indígenas, Quilombolas e das Comunidades Tradicionais;

• Políticas públicas que garantam o fortalecimento da agricultura familiar, baseado na agroecologia, soberania alimentar e desenvolvimento territorial sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais, na lógica das práticas tradicionais;


• Instituição da Moratória do Cerrado para coibir o avanço dos monocultivos do agronegócio sobre as terras, territórios, águas e povos do Cerrado;

• Cumprimento da Convenção 169 da OIT que estabelece o direito à consulta prévia, livre e informada aos povos e comunidades tradicionais sobre o PDA MATOPIBA; etc.

A Campanha também defende a aprovação da PEC 504/2010, que transforma o Cerrado e a Caatinga em Patrimônio Nacional, para impedir o desmatamento e o genocídio dos povos tradicionais. “Considerando que os biomas do Cerrado e da Caatinga estão presentes em 14 estados, englobando mais de 30% do território brasileiro, é inquestionável a importância da Preservação desses biomas”, destaca a secretária de Meio Ambiente da CONTAG, Rosmarí Malheiros.



Rosmarí afirma que mesmo diante das atrocidades, a CONTAG seguirá na defesa do Cerrado, da Caatinga e de todos os biomas. “Mesmo sabendo que dados mostram que mais da metade da Mata Nativa do Cerrado e 46% da Caatinga já foram desmatados, é importante termos em mente e na prática que a preservação do Cerrado e de todos os biomas é fundamental para uma produção consciente e sustentável, em harmonia com o Meio Ambiente e com manutenção da vida”, afirma a secretária da CONTAG.

SAIBA MAIS sobre a Campanha Nacional em Defesa do Cerrado AQUI 


FONTE: Comunicação CONTAG, com informações da Secretaria de Meio Ambiente

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Conab: Cadastro no Sican agora é obrigatório para compras no Vendas em Balcão





Imagem: Ilustração
Os criadores que desejam comprar milho da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) por meio do Programa de Vendas em Balcão (ProVB) precisam ter registro no Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais (Sican).

Quem ainda não for inscrito no sistema, só poderá realizar a compra após a realização do cadastramento, esclarece informação procedente do órgão de imprensa da estatal, em Brasília.
Para efetivar a inscrição no sistema é preciso entrar na página do Sican na internet, no portal eletrônico da Conab, e preencher os campos com dados básicos como nome, CPF, identidade, endereço, além de informações específicas da atividade, como o tamanho da propriedade e do plantel.
A Conab também produziu um vídeo e um manual para orientar o público do Vendas em Balcão sobre como realizar o cadastramento da maneira correta.
Porém, caso haja dúvida, os criadores podem procurar auxílio nas superintendências regionais ou nas unidades armazenadoras da Companhia nos estados
fonte do blog de pauta aberta

EMATER, SECRETARIA DE AGRICULTURA E STTR CONVIDA OS AGRICULTORES FAMILIARES PARA UMA GRANDE PALESTRA

Nesta quarta feira vai ser realizado varias palestras sobre DAP, PRONAF E CUIDADOS COM A SAUDE DO HOMEM E DA MULHER.
O evento vai acontecer dia 05 de setembro de 2018, as 08:30 na sede do STTR.
De acordo com os organizadores estao convidados todos os agricultores familiares para participarem e ouvir as novas regras para emissão de DAP, e tambem creditos do pronaf para os agricultores.
venham participar.

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

SEMANA DA PATRIA EM ANGICOS



Conab: Cadastro no Sican agora é obrigatório para compras no Vendas em Balcão





Imagem: Ilustração
Os criadores que desejam comprar milho da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) por meio do Programa de Vendas em Balcão (ProVB) precisam ter registro no Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais (Sican).

Quem ainda não for inscrito no sistema, só poderá realizar a compra após a realização do cadastramento, esclarece informação procedente do órgão de imprensa da estatal, em Brasília.
Para efetivar a inscrição no sistema é preciso entrar na página do Sican na internet, no portal eletrônico da Conab, e preencher os campos com dados básicos como nome, CPF, identidade, endereço, além de informações específicas da atividade, como o tamanho da propriedade e do plantel.
A Conab também produziu um vídeo e um manual para orientar o público do Vendas em Balcão sobre como realizar o cadastramento da maneira correta.
Porém, caso haja dúvida, os criadores podem procurar auxílio nas superintendências regionais ou nas unidades armazenadoras da Companhia nos estados
fonte do blog de pauta aberta

domingo, 26 de agosto de 2018

AGRICULTORES(AS) FAMILIARES DE ANGICOS FIRMA COMPROMISSO COM O CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL QUE REPRESENTA A CATEGORIA DA AGRICULTURA FAMILIAR.

A DIRETORIA DO STTR DE ANGICOS REALIZOU NESTE SABADO UMA ASSEMBLEIA PARA PRESTAÇÃO DE CONTA TRIMESTRAL E TAMBEM FOI O MOMENTO DE APRESENTAR O CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL RAIMUNDO COSTA, REPRESENTANTE DA AGRICULTURA FAMILIAR.
DURANTE O EVENTO DEBATIDO VARIOS ASSUNTOS DE INTERESSE DA CATEGORIA E INCLUSIVE FICOU APROVADO E FIRMADO COMPROMISSO QUE VAMOS TIRAR UMA VOTAÇÃO TREMENDA PARA O NOSSO CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL RAIMUNDO COSTA.
EM SUA FALA RAIMUNDO COSTA FALOU SOBRE SUA HISTORIA DENTRO DO SINDICATO E DA FEDERAÇÃO E TAMBEM EM OUTROS ORGÃOS PUBLICOS QUE ELE PASSOU DENTRE ELES: A SRA - SECRETARIA DE REFORMA AGRARIA NIVEL NACIONAL, A DELEGACIA DO MDA/RN E A SEARA/RN.
LOGO MAIS O PRESIDENTE DO STTR IVANALDO ROGERIO AGRADECEU O EMPENHO DE TODOS, E VAMOS SIM ELEGER O NOSSO REPRESENTANTE DA NOSSA CATEGORIA, PARA QUE AGENTE TENHA VEZ E VOZ, NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA E EM OUTRAS ESPAÇOS.
O PRESIDENTE DA FETARN - MANOEL CANDIDO TAMBEM ESTEVE PRESENTE E FALOU MUITO SOBRE A LUTA DO MOVIMENTO SINDICAL E DOS AGRICULTORES PARA ELEGER UM REPRESENTANTE EM ELEIÇÕES.
AO FINAL TODOS FIRMARAM COMPROMISSO E VAMOS LUTAR PELO NOSSO REPRESENTANTE.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sentadas e área interna
PRESIDENTE DO STTR IVANALDO ROGERIO


A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Josias DA Rocha, pessoas em pé
AO FINAL FOI REALIZADO O SORTEIO DE SEXTA BASICA
PARA OS ASSOCIADOS DO STTR - CONFORME REALIZADO EM
TODAS AS ASSEMBLEIAS

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé
PRESIDENTE DA FETARN - MANOEL CANDIDO
PARTICIPANDO DO SORTEIO DAS CESTAS BASICAS

A imagem pode conter: Raimundo Costa, em pé e sentado
CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL - RAIMUNDO COSTA
PRESENTE NO EVENTO E COLOCANDO SEU NOME A DISPOSIÇÃO
PARA DEFENDER A CATEGORIA DA AGRICULTURA FAMILIAR.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado
AGRICULTOR - BEZERRINHA CANTANDO UMA RIMA

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas
PUBLICO PRESENTE

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas
PUBLICO PRESENTE

A imagem pode conter: 1 pessoa, multidão
MOMENTO DA APROVAÇÃO DA PRESTAÇÃO DE CONTA


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e área interna
AGRICULTOR - MANOEL ROMÃO - CANTANDO UMA RIMA

terça-feira, 21 de agosto de 2018

7ª turma da Escola Nacional de Formação da CONTAG (ENFOC) presta solidariedade aos sete integrantes de movimentos sociais que estão no 20º dia em Greve de Fome por Justiça no STF







FOTO: Comunicação CONTAG- César Ramos



O domingo (19 de agosto) foi marcado pela solidariedade dos mais de 110 educandos(as) da 7ª turma da Escola Nacional de Formação da CONTAG (ENFOC), da Diretoria e Assessoria da CONTAG, aos sete integrantes de movimentos sociais - Frei Sérgio Görgen e Rafaela Alves (do Movimento dos Pequenos Agricultores – MPA), Luiz Gonzaga, o Gegê (da Central dos Movimentos Populares – CMP), Jaime Amorim, Zonália Santos e Vilmar Pacífico (do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST), Leonardo Soares (do Levante Popular da Juventude) – que estão no 20º dia em Greve de Fome por Justiça no STF e para que os brasileiros(as) não voltem a passar fome.



No ato de solidariedade muitas canções, místicas e falas emocionantes em apoio à luta daqueles e daquelas que decidiram sacrificar o próprio corpo em nome da justiça, da democracia e da vida de milhões de brasileiros(as).“Toda nossa solidariedade aos companheiros e companheiras que passam fome pela liberdade do ex-presidente Lula, preso político por um judiciário conservador. Hoje, mais uma vez reafirmamos o nosso respeito a cada um dos(as) que estão em greve, pois vocês são exemplos de resistência e luta no combate aos projetos conservadores que estão postos na atual conjuntura política do Brasil”, ressaltou o secretário de Formação e Organização Sindical da CONTAG, Carlos Augusto Silva (Guto).


O presidente da CONTAG, Aristides Santos, fez um resgate histórico, lembrando que há cinco anos, mesmo nas previsões mais pessimistas, ninguém poderia imaginar que o Brasil que era referência mundial, estaria hoje em condições tão desfavoráveis que oscilam entre o caos interno e o ser motivo de piada mundial. Para o presidente da CONTAG é preciso que o Judiciário cumpra o seu papel nos tribunais. “Os juízes parecem mais militantes de partidos políticos, quase sempre defendendo a causa daquilo que é ruim para a sociedade, ou seja, se a fome está aumentando, eles não enxergam; se cresce o desemprego, não se sensibilizam; se a violência toma conta do Brasil, eles não veem. Mesmo com todas as diferenças políticas e ideológicas, eles têm o dever de amar e querer o bem do país”, afirmou.



Aristides ainda questionou os Ministros do STF sobre a situação do ex-presidente Lula diante da Constituição. “A constituição está sendo respeitada? Têm provas concretas contra o Lula? Ou ele é um preso político? Somos seres humanos assim como o Lula, e precisamos ser respeitados. Se estão fazendo isso com o ex-presidente, o que farão com a gente amanhã?”, denunciou.



O presidente da CONTAG encerrou sua fala enaltecendo o gesto humano e aguerrido dos grevistas. “A coragem de vocês vai além da nossa. Quantas vezes não vamos a uma reunião porque faltou transporte ou outra coisa? Ou desistimos diante da primeira dificuldade que aparece? Vocês nos encorajam a superar os momentos difíceis, com força e energia para fazer a luta e manter a resistência por um Brasil de todas e de todos”.



Emocionado com a solidariedade dos educandos(as) da 7ª turma Nacional da ENFOC, da Diretoria e Assessoria da CONTAG, Luiz Gonzaga, o Gegê (da Central dos Movimentos Populares – CMP) afirmou que fazer a greve de fome é participar de uma frente de luta da classe trabalhadora, com compromisso e responsabilidade. “Estou numa greve de fome porque sei exatamente que a classe trabalhadora não pode voltar a passar fome. Sou um sertanejo paraibano de Catolé do Rocha, onde vi muita gente, muitas crianças e muitos jovens morrerem de fome. É impossível cruzarmos os braços e não vermos que a fome tem aumentado. E não falo só da fome física, mas também da fome por direitos sociais e uma vida com dignidade. Portanto precisamos enquanto classe trabalhadora retomar os rumos do nosso Brasil”, disse.



Rafaela Alves (do Movimento dos Pequenos Agricultores – MPA) direcionou sua fala para a importância dos movimentos sociais e sindical investirem na formação, como estratégia de emancipação dos sujeitos e de transformação da sociedade.“Se os movimentos não investirem na formação do seu povo e da sua militância sem dúvida diminui muito a sua possibilidade de existência e de cumprir seu papel na história. É através da formação que alimentamos as ideias, a esperança e ajudamos o povo a entender quem são seus inimigos. Só com a formação manteremos a luta ao longo do tempo, sobretudo em conjunturas difíceis, como a que estamos atravessando agora”, compartilhou.



Após o ato de solidariedade, os educandos e educandas ainda participaram de oficinas de integração no Parque da Cidade (Batucada, Encenações Teatrais e Música).



MAIS FOTOS AQUI 

“Tudo que temos vivenciado na Escola Nacional de Formação da CONTAG (ENFOC), a exemplo da visita aos companheiros e companheiros que estão em greve de fome, nos mostra que estamos no caminho certo, pois como afirma o mestre Paulo Freire: ‘É fundamental diminuir a distância entre o que se diz e o que se faz, de tal forma que, num dado momento, a tua fala seja a tua prática’. Levarei do nosso 1º módulo uma bagagem cheia de experiências e práticas inesquecíveis, e a certeza que nesse lugar chamado ENFOC de fato a Educação tem feito a Transformação Social dentro e fora do Sistema CONTAG”, compartilhou a educanda da 7ª turma, Flaviana Almeida.



Além do presidente da CONTAG e do secretário de Formação e Organização Sindical, também participaram do Ato em nome da Diretoria da CONTAG, o vice-presidente e secretário de Relações Internacionais, Alberto Ercílio Broch, a secretária de Mulheres, Mazé Morais, e a secretária de Jovens, Mônica Bufon, que também é uma das educandas da 7ª turma. Ainda se somaram ao ato, a deputada federal pela PT-DF, Erika Kokay, e a candidata à vice-governadora do DF pelo Partido dos Trabalhadores, Cláudia Farinha.



TRANSMISSÃO AO VIVO AQUI
Assista na íntegra a visita da 7ª turma Nacional da ENFOC aos grevistas





LEIA AS ORIENTAÇÕES PARA PRESSIONAR O STF NOS ESTADOS

Estimados companheiros e companheiras.

Vocês têm acompanhado que temos sete companheiros/as fazendo greve de fome desde o dia 31 de julho, e completam hoje 16 dias. Apesar das preocupações com a saúde, eles estão firmes e disposto a ir até as ultimas consequências para conquistar a liberdade para o companheiro Lula.

No dia 14 de Agosto tivemos audiência com a Ministra Carmen Lúcia, que sinalizou a possibilidade de colocar em votação a ADC que poderia libertar Lula.

Por tanto, a possibilidade de julgamento do caso, depende apenas da ministra e do STF.

Diante disso, acordamos aqui em Brasília com diversos movimentos populares, apos a mobilização vitoriosa do dia 15 de agosto, de que deveríamos organizar uma campanha nacional, com diversas atividades.

Propomos que em cada estado, município, os companheiros/as se articulem entre os movimentos, igrejas e sindicatos, e a partir de segunda feria, dia 20/8 possamos realizar vigílias de uma ou duas horas, na forma de atos políticos e religiosos em frente de tribunais ou fóruns, com velas, de protesto e esperança, das 18h as 19hs. Ver a possibilidade de repeti-las durante toda semana.

A semana do dia 20 de Agosto será decisiva para o desfecho positivo, por isso temos que aumentar a pressão sobre o judiciário, exigindo que a Ministra Carmen Lúcia, coloque em votação a ADC 43/ 44, e 54 que poderia garantir a prerrogativa da constituição que garante a liberdade de todo Brasileiro, como presunção de inocência, ate ser julgado em ultima instancia.

Também recomendamos que aumentem as pressões, mensagens, cards em todas as redes sociais, em solidariedade aos grevistas e exigindo da Ministra que coloque o tema em votação.

Ministra Carmen Lúcia, acorde, a Justiça bate em sua porta!


Lula livre

FONTE: Comunicação CONTAG- Barack Fernandes